Contos

O Horror visivel tem menos poder sobre a alma do que o Horror imaginado!

Creepypasta

Onde acaba o amor têm início o poder, a violência e o terror.

Contos Lado Negro

Todos os contos que escrevemos ou recebemos de inscritos do youtube!

SkyRox no Youtube

Estamos presentes no youtube um dos canais : SkyRoxTerror

Trap no YouTube

Estamos presentes no youtube um dos canais : TrapGamer

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

SilentKiller





Hey, eu estou aqui para contar a minha historia como se fosse uma confissão de coisas que eu vi,  já como eu não gosto de falar com policiais por que eles vão achar que eu estou louca, mas não é isso, eu não estou louca eu tenho certeza do que eu vi, mas eu não sei por que aquilo que eu vi esta sempre aonde eu estava, tipo como se estivesse me perseguindo eu realmente não sei, ele estava la matando as pessoas, eu tenho certeza que se eu fala-se isso para a policia eles iria achar que era eu que estava matando as pessoas, porque eu era a unica que saia viva, mas era aquela criatura ela sempre matava todos menos eu, era como se ela quisesse que eu leva-se a culpa por tudo o que ela fazia, mas eu não entendo, por que eu? Eu só sou uma garota viciada em café, irei contar as coisas que aconteceram comigo.

Eu estava na sala de aula a primeira vez que eu vi aquela criatura, eu achei que era a minha cabeça me pregando uma peça por eu não dormir por 2 dias já como eu estava lotada de trabalho para fazer, ela estava la parada olhando para mim como se estive-se me analisando, olhando como eu falava, agia, andava, para aonde eu ia ela sempre me seguia mas ninguém só eu, eu achei que estava ficando louca mas acabei deixando isso de lado, ela sempre estava la mas não fazia nada só observava, mas tudo mudou a 1 mês ela começou a matar as pessoas que estava no mesmo ambiente que eu, e era sempre em um lugar aonde não tinha câmeras, ela realmente queria colocar a culpa em mim, o assassinato era sempre muito silencioso ninguém gritava, o primeiro assassinato dela foi na biblioteca da escola eu estava lendo um livro quando vi que tinha sangue escorrendo do segundo andar eu subi as escada e vi uma colega de classe morta com as tripas para fora a linguá do lado da cara dela os olhos estavam arrancados e estava na boca dela ela estava partida no meio e os órgãos estavam expostos e ela estava pendurada na parede, eu não lembro o nome dela, na verdade eu não sei o nome dela e nem de ninguém da minha sala, eu olhei para ela e gritei, um monte de pessoas começaram a vim aonde eu estava e viram o corpo e chamaram a policia, quando a policia chegou eles começaram a fazer pergunta para todo mas depois de analisarem falaram que algum animal a atacou por que os ferimentos parecem ser de garras e não de alguma arma mas eu desconfiei por que a biblioteca fica no terceiro andar e a porta estava fechada então para alguém entrar tinha que abrir a porta e eu tenho certeza que nenhum animal consegue abrir portas, acabei deixando passar quando voltei para o meu dormitório eu percebi que a criatura estava pingando um liquido preto como se fosse sangue só que preto mas eu não vi nenhum machucado nela, o segundo assassinato foi numa lanchonete que eu estava eu tinha ido no banheiro e assim que eu sai todos estavam morto e a criatura estava de pé em meio a todos aqueles corpos eu ate que tentei gritar mas ela veio em minha direção eu pensei que iria morrer mas não depois de um tempo eu acordei na minha cama eu pensei que tudo tinha sido um sonho mas eu vi na televisão falando na lanchonete que eu estava eu não fui na policia para falar isso eles iriam me chamar de louca ou ate mesmo me prender e isso seria horrível, o terceiro assassinato foi num parque eu estava deitada na grama e fechei meus olhos por um minuto mas quando abri eu estava em um local diferente mas era perto do parque quando eu voltei todos as pessoas estavam mortas e tinha policiais investigando o local e o quarto assassinato foi agora a pouco na sala de aula nos estávamos estudando quando a criatura entrou e começou a matar todos mas ninguém fez um único barulho nada foi tudo silencioso, eles tentavam gritar mas não saia nem um som quando todos estavam mortos a criatura apontou para mim e sumiu....

Eu acabei de lembrar das pessoas que foram assassinadas enquanto eu escrevia, primeira garota ela matava animais, as pessoas da lanchonete eram estupradores, abusavam de crianças e matavam pessoas, as pessoas do parque eram assassinos maltratavam crianças, recém nascidos e animas, abusam de pessoas, adolescentes e crianças e as pessoas do quarto assassinato todos faziam bullyng com as pessoas, fizeram uma menina se matar, estupraram um garoto por ser homossexual, jogaram óleo quente em mim e todas essa pessoas nunca foram presas por que tinham dinheiro então eu só puni elas pelos seus crimes e elas nunca conseguiam gritar por que eu arrancava as linguás dessas pessoas e eu mostrava a minha verdadeira forma para elas aquela forma que tem garras e como eu era rápida elas nem tinham chance de gritar por que as linguás eram arrancadas rapidamente (barulho de sirenes) bom acho que essa é minha deixa ah e não grite se me ver, por que se você não fez nada de errado e você não gritar, você sairá vivo... talvez

Escrito por: Haracely Penayo

terça-feira, 15 de março de 2016

Chuva



26 de maio:

Não chove faz três meses. A cidade inteira está preocupada. Precisamos de chuva em uma cidade rural como esta. As colheitas, o reservatório...

07 junho:

Marlene chorou muito essa noite. As meninas também estão preocupadas com a situação. Eu comecei a ir à igreja.

16 de junho:

Sem chuva. Estou indo igreja quase todos os dias. Deus irá nos salvar.

28 de junho:

Por favor, Deus, faça chover. Eu lhe imploro.

01 de julho:

Sem chuva.

24 de julho:

Quatro meses sem chuva. Será que fomos amaldiçoados?

06 de agosto:

Sem chuva. Eu desisti de orar. Existem outros deuses, certo? Os demônios pagãos são difíceis de lidar , mas talvez eles possam nos ajudar.

18 de agosto:

Fiz a dança da chuva durante toda a noite. Sem chuva. Preciso de uma magia mais forte.

25 de agosto:

Eu fiz um sacrifício. Algumas nuvens começaram a surgir no horizonte.

03 de setembro:

Chuva ! Doce chuva!  Funcionou. Nenhum preço é alto demais para a sobrevivência.

7 de setembro:

O funeral foi ótimo. 

18 de setembro:

Um dia de chuva não é suficiente.

21 de Setembro:

Mais chuva...

27 de setembro:

Chuva .Que Deus me perdoe.

1 de Outubro:

Choveu hoje. As pessoas estão dizendo que a cidade é amaldiçoada . Eu parei de ir aos funerais, pode ser suspeito.

09 de outubro:

Marlene descobriu o que ando fazendo. Eu não sei como. Talvez eu deva deixar os sacrifícios de lado.

Bom, vai chover amanhã...

Como é feito um exorcismo



Muitos videos de exorcismos correm pela internet, alguns são tao bizarros que até parecem ser farsa, muitos até tem duvida de como faz-lo. Um padre cujo não quis se indentificar, explicou os passos de como se fazer um exorcismo e eu irei falar esses passos para vocês.
Bom antes do ritual, o padre verifica se a pessoa está mesmo possuída.

Geralmente, há quatro sinais de possessão:

O Primeiro é domínio de línguas desconhecidas. 

O Segundo é o conhecimento de assuntos improváveis (detalhes da vida do exorcista, por exemplo).

O Terceiro é a força incompatível com a condição física e a idade do sujeito.

E Por ultimo aversão ao sagrado, reação desconfotavel a palavra cristo.

Com a possessão confirmada, o padre dá início ao ritual, que segue o livro Ritual de Exorcismo, publicado pelo Vaticano e reproduzido no Brasil pela Editora Paulus.

1- O exorcismo deve ser discreto, em casa ou em uma igreja na parte de oratória, com a presença de familiares. Se a vítima apresentar força anormal, pode ficar amarrada em uma cama ou cadeira. O local deve ter um crucifixo e uma imagem da Virgem Maria.

2- O ritual começa com aspersão de água benta, que pode ser adicionada de sal. A água, jogada sobre o atormentado e sobre os demais presentes, recorda a purificação recebida no batismo. Depois, o sacerdote convida todos a orar.

3- Agora é hora da reza brava. O padre recita um ou mais salmos que exaltam a vitória de Cristo sobre o Maligno e lê trechos do Evangelho. O passo seguinte é impor as mãos sobre o fiel atormentado e ler mais palavras de fé.

4- Não poderia faltar a principal oração, o Pai-Nosso, que todos rezam de mãos dadas. O padre faz o sinal-da-cruz e assopra a face do fiel possuído, dizendo mais palavras sagradas contra o demônio.

5- As "fórmulas de exorcismo" são as orações finais. Há dois tipos: a deprecativa, mais "light", e a imperativa, usada em casos mais extremos, depende de como sera a reação do possuido. O ritual termina com canto de ação de graças, oração e benção.

6- Depois da reza e da água benta, o padre avalia se o Demonio saiu ou não pelo semblante da pessoa: se ela estiver calma e demonstrar paz de espírito, sucesso! Se não der certo, rolam novas e mais novas sessões.

terça-feira, 8 de março de 2016

Pequenos Psicopatas


Certamente quando você ouve falar a palavra criança o que vem a sua mente são coisas alegres, inocentes e etc a crianças com uma vida longa e cheia de caminhos a seguir pela frente.

Quem olha uma criança, não imagina que ela seja capaz de cometer um assassinato, por exemplo, não é mesmo?

Mas esses pequenos assassinos que vou te mostrar vão te dar aula de crueldade para os adultos. Quem olha para a imagem, nem parece que eles matariam alguém.

Por isso conheça agora os 5 pequenos psicopatas

1 – Eric Smith



Nascido no dia 22 de janeiro de 1980, Eric foi preso em 2 de agosto de 1993, aos 13 anos de idade, Bem jovem não? O Menino foi preso em nova Iorque, pelo assassinato, abuso sexual e mutilação de Derrick Robie de 4 anos de idade. 
Desde que frequentou a escola, Eric sofria bullyng de seus colegas por conta do tamanho de suas orelhas, o cabelo vermelho e por usar óculos. As provocações foram tamanhas que um dia ele se cansou e resolveu se vingar.

O pequeno garoto de treze anos de idade decidiu descontar essa frustração em uma criança pequena atingindo com grandes pedras a cabeça do pequeno ser humano de quatro anos de idade e batendo com um pedaço de pau. O garoto foi parar na prisão logo depois que confessou o assassinato.
Em suas declarações, Eric disse que “gostou, e gostou demais do que fez, e que não queria que aquilo acabasse”. Segundo o investigador, Eric estava feliz, alegre e gostava de fato de contar o que tinha acontecido.

2 – Cindy Collier & Shirley Lobo



Elas se chamam Cindy Collier e Shirley Lobo e o que elas fizeram foram inspiração até para um filme. A dupla de garotas adolescentes esfaquearam brutalmente uma idosa até a morte e chegaram a comentar que gostariam de tentar novamente.

Elas relataram em um diário uma frase que foi o título do filme independente sobre elas, de nome Fun. A frase era os seguinte:  “Hoje, Cindy e eu matamos uma senhora de idade. Foi muito divertido “. Sinistro não?

3 – Jordan Brown




Não se sabe o motivo ao certo, a unica coisa que se sabe e que esse pequeno garoto de 11 anos e matou sem piedade a noiva grávida do pai dele, atirando contra ela coma a arma que seu pai tinha escondida em sua casa. A alegação mais concreta é que seria por ciúmes.

4 – Joshua Philips

No bairro de Jacksonville, em 03 de novembro de 1998, por volta das 17h, Maddie Clifton, de 8 anos, que adorava basquete, saiu para jogar... às 18h30, sua mãe, Sheila, chamou Maddie e sua irmã mais nova, Jessie, para jantar.

Porem apenas Jessie irmã mais nova havia voltado. Jessie disse a sua mãe que sua irmã não estava com ela e nem sabia de seu paradeiro. Em seguida, Sheila ligou para a policia relatando o desaparecimento de Maddie.

6 dias se passaram de buscas e ninguém encontrava maddie, quando no setimo dia a mãe de Joshua percebeu que o quarto do filho exalava um mau cheiro e resolveu fazer uma faxina, quando notou um pouco de água no chão, abaixo da cama de Josh. Imaginando que se tratava de um vazamento de água, pois o colchão de Josh era um “colchão d'água” retirou o rodapé para verificar embaixo da cama e foi ai que ela viu um pé!
Sim, o pé de Maddie... Joshua Philips havia matado sua vizinha e colocado seu cadáver debaixo do colchão d’água.

Os Phillips encontraram seu filho, Josh, na Delegacia, para onde foi levado da escola para interrogatório... Steve, pai de Josh, pediu que o menino contasse a verdade para a polícia. Josh, então, contou sua versão para o crime:


Maddie fora à sua casa para jogar; ele disse que tinha que fazer as lições de casa, mas ela insistiu... então, ele concordou mas, que só poderia jogar por alguns minutos, pois, seu pai chegaria logo e ficaria com raiva se visse Maddie por lá. Segundo Josh, ele e Maddie estavam jogando beisebol no quintal de sua casa em torno de 17h15 quando, acidentalmente, ele acertou Maddie em seu rosto com o taco, causando um corte enorme... ela caiu e começou a gritar.








O garoto escapou da pena de morte, mas foi condenado à prisão até hoje.

5 – Mary Bell



May, como era chamada por sua mãe, sofreu diversos abusos na sua infância, alguns relatos dizem que ela teve que se prostituir desde os 4 anos de idade, sobre influência de Betty, que era sua mãe e uma conhecida "dama da noite". Além disso, pessoas próximas da família dizem que a garota sofreu duas tentativas de assassinato por parte de sua mãe que não queria cria-la, mas a menina sobreviveu.
Já não bastasse esses problemas, o pai de Mary era outro mal exemplo, tanto que acabou sendo preso por assalto a mão armado uma vez.

Como era de se esperar, Mary não foi uma criança das mais exemplares, tendo diversos problemas, mas no dia 25 de maio de 68 ela deixou de ser apenas uma problemática menina para se tornar uma assassina.
Martin Brown, um menino de 3 anos, foi empurrado por Mary do segundo andar de um prédio e depois ainda foi estrangulado até a morte pela garota. A polícia não conseguiu provas para incriminar ninguém e acabou fechando o caso.

Pouco tempo depois, Mary e sua amiga Norma, foram chamadas por outra menina do bairro para procurar seu irmão que havia sumido, sem pensar muito as duas se prontificaram em ajudar. Depois de várias buscas por todos os lugares, as três meninas enfim encontraram o garoto, chamado Brian Howe, morto. Após os exames, a polícia descobriu que o menino fora morto por estrangulamento e também havia recebido diversos ferimentos, nas coxas, genitálias e barriga, onde um "M" foi escrito com uma lâmina de barbear.

Obviamente o assassinato começou a ser investigado e pouco tempo depois, a polícia descobriu que Mary Bell estava envolvida nos dois crimes. Ela acabou confessando a morte dos garotos, inclusive contou com detalhes de algumas de suas ações, dizendo que havia estrangulado Martin com suas próprias mãos e que ele havia tentado se defender, mas ela era mais forte. "Eu achei isso divertido", declarou a garota.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

5 Artistas que ganhavam a vida com suas anomalias

Infelizmente algumas pessoas nascem com doenças raras, deformações, mutações genéticas, e outras anomalias.
A anos atrás, segundo informações, inúmeras pessoas foram abandonadas e desenganadas por médicos quando nasciam desta forma.
Mas algumas pessoas acabaram ganhando a vida por conta de sua deficiência. Confira.

1 - A Menina-Camelo


Image title


Esta é Ella Harper, ela era conhecida como "a maravilhosa aberração da natureza". Não leve a mal, isso era somente um nome artistico.

Ela nasceu com seus joelhos dobrados para o lado de trás, estranho não?



2 - O homem de três pernas


Image title


Este italiano chamava-se Frank Lentini, nascido no ano de 1889, e ficou conhecido no mundo ao nascer com três pernas e também dois órgãos sexuais.




3 - O Alfineteiro Humano


Image title


Quem nunca pegou um agulha ou algo com ponta e por acaso se furou, e deu aquela dorzinha chata?

Pois é, não era o caso de Mirin Dajo, que viveu na década de 40.
Ele conseguia atravessar até mesmo uma lâmina de esgrima em seu corpo e simplesmente não sentia nada.



4 - O Homem-Cachorro


Image title


No ano de 1868, um homem chamado Fyodor Yevtishchev, foi conhecido no mundo todo como "homem-cachorro". 

Ele foi diagnosticado com Hipertricose, termo usado pelos médicos para descrever uma doença extremamente rara que causa o excesso de pelos no corpo humano 



5 - O Homem-Coruja


Image title


Nascido na cidade de Nuremberg, Alemanha, Joe Martin conseguiu girar sua cabeça

em até 180 graus, isso acabou criando a sua fama de "O Homem Coruja"

sábado, 26 de dezembro de 2015

Quem eu sou?






Alex olhava fixamente para parede branca à sua frente. "Não posso acreditar que isso aconteceu comigo", ele pensou consigo mesmo.


A sala branca o envolvia, junto com a camisa de força fortemente presa nele, ele sabia que tinham que achar uma maneira de sair daquele lugar, mas os dois guardas que cuidavam da ala em que ele se encontrava era um grande problema, mas o principal, era a raiva de Alex.


-Aquela vadia desgraçada -Alex pensou alto- ela fez isso comigo,toda minha carreira renomada e meu dinheiro foram tomados de mim.


Ele teve bastante tempo para planejar como fugir daquele lugar,apesar de estar na ala de terapia intensiva do manicômio, ele era um rapaz completamente estável em sua mente, longe de ser louco. Então ele esperou o momento certo, para pôr seu plano em ação.

Um guarda entrou em sua sala para o servir o almoço, ele caminhou em sua direção, por se comportar bem,o guarda não suspeitou da aproximação de Alex, então em uma ação súbita ele empurrou seu ombro esquerdo, com toda a força que tinha, contra a cabeça do guarda.


O barulho angustiante de ossos quebrados não perturbou, seus olhos acostumados com a cor branca chegaram a gostar de ver o vermelho escorrendo em seu ombro, e a dor alucinante não parecia o incomodar. Com seu ombro deslocado ele teve mais facilidade para se libertar da camisa de força, o guarda desmaiado gemia no chão, tentando recobrar a consciência.


Como um renomado médico,ele facilmente agarrou seu braço esquerdo e deu um enorme puxão, fazendo com que ele voltasse ao seu lugar de origem,então ele trocou de roupa com o guarda, pegou sua arma, trancou a porta e fugiu do manicômio.


A caminho de sua antiga casa, ele lembrou de sua mãe, aquela doce senhora que sempre cuidou dele.


-Chegou a hora de visitar o próximo paciente.


Alex sorriu maliciosamente para si mesmo.


Ao chegar em casa ele espionou por alguns momentos pela janela da sala de estar, lá estava sua mãe, esposa, e seu casal de filhos. Ao anoitecer sua esposa e filhos estavam dormindo, e sua mãe havia descido as escadas para tomar um copo da água.


-Olá mamãe, a senhora ainda sente dor nas articulações? Eu resolvo isso para você...


Com isso ele correu em direção à velha senhora, e deu vários socos na cabeça dela, quando ela estava prestes a desmaiar, sua esposa desceu a escada com um faca na mão, com um olhar raivoso ela o atacou, ele facilmente desviou e enfiou a faca no estômago dela, ela caiu tonta com a dor. Ele voltou sua atenção à sua mãe novamente, que gemia baixinho para seu filho parar,ele quebrou todos os ossos dos braços, pernas,e quase de todo o corpo dela, deixando apenas o pescoço intacto. Até essa altura ela gritava com uma voz horrível, implorando para parar, seus ossos quebrados apareciam em seu corpo que agora estava totalmente deformado, e então lentamente ele colocou suas mãos em volta do pescoço de sua mãe, e o torceu, até ouvir o estalo que dizia que agora,ela estava morta.


Ao se levantar ele lembrou-se de sua esposa, que não estava mais caída no chão, ele olhou em volta à procura dela, então sentiu uma dor aguda em seu peito, ela o esfaqueou, mas não pareceu surtir efeito,ele a empurrou contra parede, fazendo-a cair no chão.


-Você merece um tratamento especial amor.


Então ele sorriu enquanto esquartejava sua esposa.


Seus filhos se encontravam escondidos dentro de um armário, o garotinho era mais velho,mas os dois tinham no máximo cerca de 4 anos. Estavam com os olhos arregalados de medo, e então na porta do armário eles viram a mão de sua mãe abrir a porta, agora um pouco mais calmos, as crianças saíram do armário para ver sua mãe, mas o que viram foram seu pai nu, com uma faca ensanguentada em uma mão, e o braço de sua mãe em outra,sorrindo sadicamente.


-O pediatra acaba de chegar meus pequenos.


O pai estuprou seus dois filhos, arrancou suas peles enquanto ainda estavam conscientes, e então os degolou até a morte.


Após tudo isso Alex se sentia satisfeito, e de certa forma, feliz.

Ao caminhar para fora da casa ele viu um ser completamente grotesco em sua natureza, era acinzentado, magro, sem olhos, cabelos negros e sebosos.


-O quê é você?

Perguntou Alex ao ser que estava em sua porta.


O ser não respondeu, ficou parando por um longo tempo, e então ele se inclinou para frente, e em segundos, ele estava ao lado de Alex, com seu dedo esquelético e negro dentro de seu peito.


Agora Alex se encontrava em um lugar completamente negro, ele não sabia mas ele estava preso naquele lugar a muito tempo, e agora, seu corpo, era a casa de um ser completamente mais doentio do que ele já foi um dia...


Escrito por: Ailee Huberman

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Trabalhando com a Morte

Corro olhando para os lados, sim estou assustado, depois de 30 anos ele veio atrás de mim, se fiz um pacto?  claro que não, isso seria burrice.
 Eu fiz uma coisa pior, uma coisa que me daria tudo que eu queria e não me mataria, se eu falar que nunca tentei fazer um pacto é mentira.

Postagens mais antigas → Página inicial